Se informe

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Vejo o mundo através do espelho

Vejo o mundo através do espelho
Sou canhoto
Meu violão toca com as cordas invertidas
A música que sai dele dói os ouvidos das pessoas
Ahh, as pessoas...
Elas são tortas, elas são chatas.
Sou um idiota, meu espelho convexo as deforma.
Ficam mais reais, mais interessantes, verdadeiras.
Olhando o mundo correr através do relógio.Mas esse relógio...
Ele também não me completa.
Seus ponteiros marcam a vida acabando.
Mas eu, sempre deslocado,
Vejo cada minuto me dando mais vida
Pela experiência fico mais vivo.
Olhando o mundo através do espelho
Eu vejo tudo de outra forma,
Eu vejo tudo longe da estética,
Mas não, eu te garanto, não tenho uma visão incompreendida.
Sempre que se olha no espelho, você sabe como é o mundo torto.
Seu rosto lavado, sua visão única do que você é. Diz que sabe.
Meu mundo através do espelho,
Minha visão calada da minha própria visão.

6 comentários:

Luciana disse...

Bolha poetiso!
hahahaha :)
Bem legal! :D

LK Chaves disse...

Mas somos todos reflexo de um espelho gigante, nos vemos e vemos os outros como queremos...
Apenas nosso reflexo, algumas vzs um pouco distorcido!

Adorei!

Obs.: Vira meu seguidor ^^... Vou virar sua seguidora... ^^
http://chat-bar.blogspot.com/

Maria Lia disse...

Ahh, o reflexo... a forma como vemos o outro... é impressionante como tudo depende do que queremos ver.
É quase impossível alguém fazer com que meus olhos vejam o que não quero ver.
Visãozinha teimosa, essa minha. =P

Muito bom!

;**
http://maravilhosomundodelia.blogspot.com/

Mateus Henrique Zanelatti disse...

Também sou canhoto! Yeah!

Muito bom esse poema, muito bom mesmo!

::)

V disse...

Original!!

ana disse...

isso tudo saiu da bunda roxa?
HAOHAOAHOIAH role mais vezes escada abaixo.
beijo.