Se informe

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Filme de Dezembro que vai estar no Teu Cu

Amanhã, pré-estréia do Avatar. Vou assistir em 3D, não porque eu gosto, mas porque a porra do Cinemark só vai exibir a sessão assim. Apesar de supostamente o filme ter sido feito pra ser assistido assim, 3D me dá vontade de vomitar e 3 horas de filme... bom, não vai ser fácil. Veremos se nosso bom e velho James Cameron ainda é o mesmo, afinal, faz mais de dez anos que ele não dirige um filme de verdade. Isso, se você considera Titanic um filme de verdade.
Pra vocês, tapados, que não fazem nem idéia de quem é James Cameron, uma breve filmografia:

Piranha II: The Spawning ( 1981)- Sim, esse é o filme das piranhas voadoras. Basicamente, é a sequência do filme das piranhas que matam as pessoas, só que desta vez, elas voam. É tão ruim quanto se espera e é comum ver este filme em listas de piores filmes de horror de todos os tempos. De acordo com o próprio Cameron, esse é "o melhor filme de horror/comédia de peixes voadores assassinos de todos os tempos". Em resumo, é uma bela BOSTA. Divertido, mesmo assim.

The Terminator (1984) e The Terminator 2: Judgement Day (1991) - A não ser que você seja um merda que tenha vivido em uma caverna nos últimos 25 anos, você não só já assistiu estes filmes como sabe de cor certas falas. Os filmes sobre o cyborg assassino do futuro que volta no tempo pra matar a mãe do líder de uma revolução humana em um mundo dominado pelas máquinas e depois volta pra matar o próprio enquanto ele ainda é um adolescente pentelho influenciaram toda uma geração de pré-adolescentes do mundo, assim como perpretaram sobre o mundo a carreira de Arnold Schwarzenegger. Tirando de lado os absurdos paradoxos temporais e o diálogo imbecil da sequência, são dois filmes que eu gosto e considero os dois bons filmes de ação. E não, ele não dirigiu nenhum dos dois outros filmes, nem o lixo-fraco Rise of the Machines e o mediano Salvation - ele produziu, o que é quase pior pro filho da puta.

Aliens (1986) - Este é um dos meus filmes de Sci-Fi preferidos. É a sequência do também ótimo Alien de Ridley Scott, de 1979. Ele mostra a tenente Ellen Ripley enfrentando a maldita raça xenomórfica novamente, só que desta vez, são vários aliens. Ele enfrentou diversos problemas com o elenco, principalmente por estes não confiarem muito na habilidade dele como diretor em comparação com Scott, tanto que James Remar, que interpretaria o cabo Hicks, foi substituído pelo Michael Biehn - o substituído é o cara que muitos conhecem como o Lord Raiden do Mortal Kombat: Annihilation. Parabéns, Remar, ótima escolha de carreira, seu idiota. Mesmo assim, o filme é bom, melhora e muito o valor de produção do primeiro e foi indicado a vários oscars e ganhou dois.

The Abyss (1989) - Este é o filme que eu lembrava pela cena do caralho de água que imitava a cara da Mary Elizabeth Mastrantonio, da cena em que o Ed Harris tenta de todo jeito ressucitar ela depois que ele propositalmente tentar salvar a vida dela sugerindo que ela se afogue e acaba descendo a porrada nela - nada como uns sopapos pra acabar com a insistente rebeldia feminina - e pelos esquisitos alienígenas-arraias. Foi um dos filmes mais caros de sua época, com sets debaixo d'água e tudo. É um filme interessante, exceto pelo final, que acaba por ser muito otimista e lembrar demais o final do Close Encounters of The Third Kind - além de ser um dos inúmeros filmes de ficção científica da época a evocar insistentemente o tema da guerra fria. Aparentemente, a geração dos nossos pais tava tão preocupada com morrer tostado numa guerra nuclear que esqueceram de filtrar a porra da fumaça das fábricas - obrigado, anos 80.

True Lies (1994) - Um remake da comédia francesa de 1991 La Totale!, é uma comédia/ação sobre um agente secreto, lidando com sua vida dupla como um homem casado vendedor de computadores e máquina assassina do governo. Com o clássico enredo de um terrorista árabe querendo explodir americanos e uma comédia pastelão típica dos franceses que Hollywood insiste em tentar emular, é um filme de ação pipoca passável, talvez exceto pela atuação interessante de Jamie Lee Curtis e pelas gostosas Eliza Dushku (que quase consegue ser fodida por um avião a jato) e Tia Carrere. Como alguém se convence pelo Schwarzenegger, com o físico monstruoso, como vendedor de computadores está além da minha compreensão, mas, enfim. Foda-se.


Titanic (1997) - Pra quem não esteve vivendo embaixo de uma pedra na última década ou ainda estava nos testículos do papai ao longo dos anos 90, este não precisa nem explicar. O filme ganhou no mundo todo mais de $2.2 bilhões de dólares no total  - todo e qualquer filha da puta que tinha algum acesso à TV ou cinema assistiu o filme na época. Impressionante pra um filme sobre uma história de amor babaca em um navio de luxo que afunda, com um ator e uma atriz ambos bons demais para seus papéis. Com efeitos impressionantes pra época e um recorde de oscars empatado com Ben Hur e Lord Of The Rings: The Return Of The King, Titanic é um marco da década de 90, na minha opinião. Não é um dos meus filmes preferidos, mas tenho certeza de pseudo intelectuais e nerds de todo o mundo vão dizer que foi o 'melhor filme de todos os tempos' no futuro do século XXI. Como os bostas idiotas que são e sempre serão.

Ao longo dos anos 90 e 2000, Cameron quase escreveu o roteiro e dirigiu um filme do homem aranha, dirigiu vários documentários e ficou esperando que nem um idiota pra que a tecnologia 'fosse avançada o suficiente' pra que Avatar fosse lançado.
Pessoalmente, minhas espectativas são medianas. Os alienígenas azuis não me convencem, com seu visualzinho Thundercats/Smurfs - carinhosamente conhecidos na internet como Thundersmurfs - mas o visual das paisagens, como visto no trailer, muito me agrada, se distanciando dos terrenos feiosos costumeiros dos filmes de ultimamente - como por exemplo os de Robert Zemeckis. O enredo me soa muito 'documental' - particularmente o início - e tendo em vista que o cara passou dez anos fazendo documentário, não me surpreenderia se metade da porra toda fosse uma versão Star Wars de The Lost Tomb Of Jesus. No entanto, as cenas de ação do trailer me parecem promissoras e Cameron sempre soube fazer ação de qualidade e inovadora. Depois das merdas que Michael Bay e outros fizeram nos últimos anos, seria bom ver um diretor que sabe explodir as coisas pra variar. De qualquer maneira, aguardem. Quando eu finalmente assistir o filme poderei dizer se Avatar é o que esperamos, se é quase ou se é bosta nenhuma.

Fontes: